Baterias Tudor completam 100 anos

by on 4 Junho, 2019 in Pós-Venda

Baterias Tudor completam 100 anos

A história das baterias e da empresa Tudor em Portugal, está repleta de acontecimentos que marcaram época e o desenvolvimento da sociedade portuguesa.

No ano em que se comemora o centenário de constituição da empresa – atualmente com unidade fabril e serviços administrativos localizados em Castanheira do Ribatejo – a marca de baterias Tudor tem muitos motivos para se orgulhar dos seus 100 anos de existência, quer por ter sobrevivido a duas Guerras Mundiais e uma Revolução Nacional, quer por ter evoluído em termos de produto e abrangência de negócios.

Amilcar Nascimento, key account & market manager da Exide Technologies Portugal, atual denominação da antiga empresa Tudor, recebeu a Revista Automotive, para falar sobre o desenvolvimento dos negócios, bem como reforçar o posicionamento premium das baterias Exide-Tudor no mercado do pós-venda automóvel, cada vez mais competitivo, seletivo e em constante transformação.

“É importante ressaltar que o Grupo Exide, do qual fazemos parte, já conta com 120 anos de existência em todo o mundo. A empresa Tudor em Portugal, está a completar em 2019, o seu centenário sendo, por isso, um momento particularmente diferente e muito estimulante na vida das pessoas que aqui trabalham. Pessoalmente, estou na Tudor Portugal há 32 anos, o que quer dizer que praticamente tenho participado de uma grande parte da vida desta empresa.

Desenvolvimento

Quando ingressei na Tudor, comecei a trabalhar na área industrial, numa unidade localizada no Dafundo sendo que, depois de um ano a exercer atividades na área de componentes elétricos e baterias estacionárias, passei pela área de exportação. Em 1988, altura em que o Grupo Exide comprou a empresa e a marca Tudor Portugal, esta área de negócio deixou formalmente de existir e, naquele momento, passei a ser responsável pelas grandes contas e grandes clientes nacionais.

Antes de assumir as responsabilidades do marketing, vivi intensamente a expansão das baterias estacionárias da Tudor, por toda a Europa e também na América do Sul. Na Argentina e no Chile, por exemplo, grande parte das baterias estacionárias que estão em uso nas centrais telefónicas destes dois países, foram transacionadas sob a minha gestão. Hoje, a nossa exportação de baterias automotive, está direcionada para alguns países de língua portuguesa em África.

Exportar e importar

Em Portugal, com as transformações que ocorreram ao longo dos últimos anos, as nossas atividades estão assentes em duas grandes áreas de negócio, ou seja, a linha de baterias automotive e a linha de baterias industriais. São áreas distintas onde a linha automotive tem vindo a manter o seu peso ao longo dos anos, com pequenas oscilações, representando hoje cerca de 18% do nosso volume de negócios.

A Exide Technologies tem vindo a realizar investimentos na expansão e modernização da nossa unidade fabril em Castanheira do Ribatejo e isto representa um reconhecimento internacional nas nossas capacidades técnicas e comerciais em Portugal.

Tendo em conta que na fábrica de Portugal produzimos quase 100% de baterias para o mercado industrial, o nosso rácio de exportação, deste tipo de baterias, é atualmente de 95%. Naturalmente que estamos a falar de exportação para outras unidades de negócio da Exide Technologies, que depois darão seguimento à distribuição destas baterias em diversas partes do mundo.

O grupo Exide é o fornecedor de baterias de gel para as motos da BMW e, estas baterias são todas fabricadas aqui em Portugal. Por outro lado, as baterias da linha automotive que são vendidas no nosso mercado de pós-venda, são produzidas em fábricas da Exide Technologies localizadas em Espanha, Itália, Alemanha ou Polónia, por exemplo.

Mercado nacional

Na linha de baterias automotive, a Exide-Tudor continua a manter uma quota de 32% de market share. É um percentual bastante significativo, face à extrema competitividade de outras marcas e à chegada de novos produtos no mercado nacional. O mercado como um todo tem registado algumas oscilações, mas felizmente a nossa posição tem vindo a manter-se firme e segura, ao longo dos últimos anos.

As nossas baterias Exide-Tudor diferenciam-se não pelo preço, mas pela sua qualidade, fiabilidade e também pela abrangência da gama, como é o caso da bateria AGM Start-Stop da Tudor, que utiliza componentes e materiais de elevado desempenho. Fomos das primeiras empresas a produzir e a comercializar as baterias EFB em 2008, contribuindo para que os fabricantes automóveis europeus pudessem reduzir o consumo de combustível e as emissões, nos modelos dos segmentos citadinos e médios.

Preço por preço, há sempre quem faça mais barato. Felizmente hoje, os distribuidores, os profissionais das oficinas, e sobretudo, o cliente final, dá muito mais valor à qualidade das baterias, aos serviços, à responsabilidade da marca, e ao apoio ao pós-venda. Somos muito assertivos naquilo que prometemos fazer e naquilo que acordamos realizar.

O percurso da Tudor em Portugal, foi desenvolvido com muitos desafios, superação, resiliência, parcerias, transformação, investimentos e inovação tecnológica. Muitas páginas da nossa centenária história foram também escritas pela dedicação de muitas pessoas que por aqui passaram nestes 100 anos, pelo esforço dos nossos parceiros comerciais e pela confiança dos clientes finais.

Desejo que a nossa história se prolongue por muitos mais anos, com muitos e bons momentos, como este que a Revista Automotive está a nos proporcionar neste artigo”, salientou Amilcar Nascimento, na foto com Olga Velez, António Madureira e Helena Ventura, equipa clerk sales administration , da Exide Technologies em Portugal.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com