BMW quer despedir 6000 funcionários

by on 19 Setembro, 2019 in Frotas

BMW quer despedir 6000 funcionários

A informação foi avançada pela revista alemã Manager Magazin e complementada pela agência Reuters. Segundo estas, Nicolas Peter, diretor financeiro da BMW, quer cortar entre 5.000 e 6.000 empregos até 2022, principalmente na sede da marca em Munique.

Tudo parece caminhar nesse sentido e a “dança das cadeiras” nas direções de topo já começou. A diretora de recursos humanos, Milagros Caina-Andree – a única mulher no conselho de administração da BMW – deixou esta quarta-feira o cargo (18 de setembro), ao alegar “motivos pessoais”. O conselho de supervisão aceitou a decisão de Caina-Andree, sem nomear um sucessor.

Esta saída ocorre logo após a ascensão do novo CEO da BMW, Oliver Zipse, que assumiu o cargo em julho, depois do contrato de seu antecessor, Harald Krueger, não ter sido renovado. Milan Nedeljkovic assumirá a função de chefe de produção, cargo que ficou vago desde que Zipse sucedeu Harald Krueger como CEO em agosto.

Segundo a Automotive News, a BMW está implementar uma estratégia para cortar cerca de 12 biliões de euros para compensar o aumento de gastos no desenvolvimento e introdução de 25 modelos eletrificados na sua gama.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com