Cores do Atlântico – Fiat Tipo

by on 26 Março, 2019 in Ensaios / Assessment

Cores do Atlântico – Fiat Tipo

Pretendemos aproveitar o privilégio de sermos um país banhado pelo oceano Atlântico e pela luz inigualável que reflete esta nossa costa marítima; para o desafio do Prémio Fleet Service da Revista Automotive. Vamos utilizar este cenário de fundo com diferentes nuances climatéricas, geográficas, históricas, lendárias entre outras; para inaugurarmos esta nova secção da Automotive “Cores do Atlântico”.

As viaturas divulgadas nesta secção concorrem para o Prémio Fleet Service da Revista Automotive, onde um dos critérios para atribuição do prémio será a reportagem com maior número de visualizações e partilhas na rede social LinkedIn.

Se Portugal deve olhar para o seu mar, que este olhar também inclua um automóvel! E começamos com o Fiat Tipo, um modelo que tem as características certas para se tornar um benchmark no setor frotista. Com uma proposta de valor competitivo, onde aspetos como o conforto, habitabilidade, espaço interior e tecnologia são também tidos em conta.

O Fiat Tipo SW Mirror convence pela sua condução: despretensiosa e agradável, estar ao volante deste modelo significa ter uma condução genuína e ao mesmo tempo descontraída. É uma sensação de condução similar a outros best-sellers da Fiat (como o Punto da segunda geração). A Fiat conseguiu com o Tipo, manter uma das suas características marcantes, que é a autenticidade e leveza na condução.

Este modelo vai para além das expectativas. O exterior apresenta uma estética consensual e pormenores diferenciadores como as jantes, a grelha frontal e o grupo ótico dianteiro, bem como os espelhos retrovisores cromados. O interior tem linhas estéticas trabalhadas, com materiais robustos, mas nem por isso desagradáveis ao toque.

Destaque para a harmonia dos materiais e ergonomia de todo o interior. Os vários aspetos funcionais estão garantidos, com o privilegiar dos botões analógicos, sendo que o ecrã central é touchscreen.

O painel de instrumentos é misto (analógico e digital), sendo que o indicador da velocidade é digital, de excelente visualização.  Tanto o volante, como a caixa de velocidades, têm revestimento tipo pele, agradáveis ao toque. Os bancos são confortáveis e têm pesponto em azul, que dá uma certa diferenciação. A bagageira é grande, bem como o espaço para os ocupantes traseiros.

Em termos de prestações, o motor 1.3 diesel de 95CV tem um ligeiro gap de resposta no curso inicial do acelerador, mas depois disso funciona bem, principalmente acima das 2000RPM. Os consumos são também um ponto importante desde Tipo. Com o tanque cheio, a autonomia indicada é de 1.000km. Dá para acreditar nestes valores, pois o consumo médio aquando do nosso teste indicava 5,1Lts/100km em percurso misto (cidade e autoestrada).

Indo para além do expectável, este Tipo SW traz equipamentos como faróis e limpa para-brisas automático, comando dos 4 vidros elétricos, iluminação para os ocupantes traseiros, espelho retrovisor interior com sensor de luzes, entre outros pormenores tecnológicos.

Por tudo o que apresenta, o Fiat Tipo SW Mirror é um modelo a ter em conta em qualquer tipologia de frota. É um carro de trabalho, bastante adaptável a diferentes tipologias de utilização.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com