DAF comemora 90 anos de existência

by on 12 Junho, 2018 in Pesados

DAF comemora 90 anos de existência

A DAF foi fundada em 1 de Abril de 1928 na cidade de Eindhoven, Holanda, onde se mantém até aos dias de hoje.

A Automotive participou da cerimónia dos 90 anos, que foi conduzida por Preston Feight, Presidente da DAF (foto) que, em conversa com a Automotive referiu que “é um orgulho presidir a uma empresa quase centenária, mas que se mantém, ainda hoje, na vanguarda tecnológica.

A DAF fornece uma gama completa de excelentes camiões que permitem os custos operacionais mais baixos do mercado, a melhor eficiência de transporte e o maior conforto do condutor. Graças à excelente equipa de mais de 10 mil pessoas dedicadas, que concebem, constroem, vendem e prestam assistência aos camiões, motores, peças e serviços de qualidade, a DAF está bem posicionada para continuar a crescer com sucesso no mundo inteiro”, referiu-nos Preston Feight.

Início promissor

A história da DAF começa com Hub van Doorne, um dos primeiros bebés do século XX, tendo nascido a 1 de janeiro de 1900 – o que foi considerado um prenúncio do seu pioneirismo. Filho de ferreiros, Hub van Doorne abriu em 1928 a sua pequena oficina na esquina da cervejaria Coolen, em Eindhoven.

Os trabalhos iniciais incluíam soldadura e forja para empresas da cidade, como a fabricante de lâmpadas e rádios Philips. A Grande Depressão inspirou Hub van Doorne – juntamente com o irmão Wim – a expandir os serviços prestados. A oficina evoluiu para um negócio de fabrico de reboques, em 1932, e o nome da empresa foi alterado para Van Doorne’s Aanhangwagen Fabriek (fábrica de semirreboques de Van Doorne), abreviado para DAF.

Com o seu chassis soldado, os reboques e os semirreboques que saíam da pequena fábrica destacavam-se da concorrência devido às elevadas cargas úteis. A soldadura utilizada no fabrico desses reboques era uma inovação exclusiva naqueles tempos, reduzindo o peso de forma significativa.

Outra invenção exclusiva foi o reboque para contentores da DAF, lançado em 1936, concebido para carregar e descarregar contentores de uma carruagem ferroviária com rapidez. Este foi um exemplo precoce de transporte intermodal e tornou a DAF num dos primeiros fornecedores de reboques para contentores do mundo.

Em 1949, o primeiro camião DAF entrou em produção e o nome da empresa foi alterado para Van Doorne’s Automobiel Fabriek. Um ano mais tarde, foi construída uma fábrica específica para os camiões e a produção arrancou com chassis de três, cinco e seis toneladas, dando assim início à empresa de camiões que hoje conhecemos.

Produção própria de motores

Nos primeiros tempos, a DAF instalava motores Hércules e Perkins a gasolina e diesel. Contudo, em 1957, a empresa de Eindhoven concebeu e começou a fabricar os primeiros motores com a marca DAF. Dois anos mais tarde, a DAF melhorou o motor a diesel DD575 ao adicionar um turbocompressor, o que constituiu outra façanha inovadora. A DAF lançou o primeiro arrefecedor intermédio do turbo da indústria em 1973. Em 2005, a DAF revelou o motor PACCAR MX que é agora montado em todos os camiões pesados da DAF e em mais de 40% dos camiões fabricados pela Kenworth e pela Peterbilt, americana.

Produção automóvel e militar

Nos anos 50 a DAF começou a produzir automóveis ligeiros, e lançou o primeiro carro do mundo com transmissão contínua variável (Variomatic) no seu modelo DAF 600. Face ao sucesso do veículo, seguiram-se outros modelos de passageiros e de ligeiros comerciais, num total de cerca de 900 mil unidades vendidas. Em 1975 a Volvo comprou a unidade de desenvolvimento e fabrico de automóveis ligeiros da DAF, sendo que esta passou a concentrar-se 100% no segmento dos veículos pesados.

Outro segmento que a DAF esteve presente com grande vigor, foram os veículos militares. Através de inovações como a transmissão em H (eliminando o veio de transmissão central), a DAF produziu uma série de veículos militares para o exército holandês, tendo-se tornado uma referência em termos de robustez e fiabilidade nesse segmento.

Historial preservado e teste em pista

As comemorações dos 90 anos incluíram uma visita ao Museu DAF, localizado na antiga cervejaria Coolen, em Eindhoven. Mais do que um local de preservação dos carros, camiões e semirreboques DAF, o museu é um compêndio de soluções de engenharia.

Para além dos modelos DAF expostos no Museu, foi possível conduzirmos os modelos históricos da DAF na sua pista de testes de Sint Oedenrode. Eduardo Gaspar, diretor da Automotive, esteve ao volante dos camiões e conta a sua experiência: “ é um momento único podermos conduzir camiões DAF dos anos 60, 70, 80 e 90. Só assim conseguimos compreender as origens da marca e a preocupação desta, desde os primeiros modelos, no conforto do motorista.

A experiência de conduzir um carro DAF também foi enriquecedora, pois demonstra o pioneirismo da marca em produzir carros com caixa automática, já nos anos 50 do século passado. Os veículos militares também puderam ser experimentados, onde continuam a conseguir ultra passar os mais complexos obstáculos no terreno, provando a sua fiabilidade ao longo dos anos.

Esta demonstração é mais um sinal da transparência da marca e proximidade dos seus dirigentes, visto que tivemos todo o board da DAF, incluindo Preston Feight (o seu presidente) a disfrutar da condução dos camiões históricos da marca, juntamente com os convidados deste memorável evento comemorativo dos 90 anos de história da DAF.

Além do seu orgulho no passado, a DAF colocou também à prova os seus modelos mais recentes. Testamos assim a nova versão XF 530 FAN 6×2 Eurocombi (25,25 metros), e o XF 440 FTR TelliSys (6×2), modelos que ainda vão dar o que falar. Estivemos também dentro dos modelos XF 480 EcoTwin numa impressionante demonstração de Platooning na pista oval, o que prova que a DAF continua a trabalhar para estar tecnologicamente avançada. Com um passado de glórias, a DAF chega ao presente com o título de Camião do Ano Internacional de 2018,” conclui Eduardo Gaspar.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com