DAF Trucks em expansão ibérica conquista prémio em Portugal

by on 23 Janeiro, 2019 in Pesados

DAF Trucks em expansão ibérica conquista prémio em Portugal

A marca de camiões fabricados na Holanda está a atravessar uma fase de crescimento no mercado ibérico, conquistando novos clientes, mais vendas e importantes prémios.

Estivemos em Espanha para entrevistar António Rasero Córdoba, diretor de vendas ibérico da DAF Trucks, que nos faz um resumo da performance comercial ao longo de 2018, ano que ficará marcado pela comemoração dos 90 anos de fundação da DAF e pela conquista do prémio Camião do Ano em Portugal, com o modelo XF 450, distinção recentemente atribuída pela Revista Automotive.

“Em Portugal estamos a crescer cerca de 10% nas vendas, em valores acumulados, o que nos permite galgar para o 3º lugar no ranking. Temos como objetivo alcançar as 700 unidades vendidas o que, ao ser realizado, posicionará a DAF como a marca de camiões que mais evoluiu no mercado português, apesar da forte concorrência exercida pelas demais marcas.

São números positivos, sem dúvida, mas acima de tudo, estes números refletem a confiança que a DAF voltou a ter junto aos empresários e transportadores em Portugal. Não podemos esquecer que a nossa marca atravessou um problema de distribuição bastante complexo em plena crise económica em Portugal, o que nos penalizou em termos de quotas de mercado, parque circulante e sobretudo, aquilo que nos é mais caro, a credibilidade na nossa marca.

Hoje, e apesar de não termos uma grande estrutura operacional em Portugal, dispomos, em contrapartida, de uma equipa muito dedicada ao cliente e a rede DAF. Assim, contamos com profissionais de elevada experiência e competência técnica, formada por Nuno Mendes, responsável de vendas; Juno Cesário, responsável de peças e Pedro Inácio, responsável por serviços. São profissionais que representam a DAF, todos os dias.

Qualidade e serviços

A DAF chegou a ser líder de vendas em Portugal, nos anos de pré-crise, e isto permitiu-nos constituir um bom parque circulante. Este foi o ponto de partida para recuperarmos a reputação da marca, e recomeçarmos o trabalho de distribuição dos nossos camiões, redimensionando a rede de concessionários para uma nova realidade existente no mercado português.

Aliado a esta nova estratégia comercial, também nos beneficiámos da renovação da nossa gama de camiões, que atingiram patamares de excelência mundial nos últimos 5 anos, graças aos investimentos realizados na fábrica na Holanda e também pela parceria técnica-comercial desenvolvida com Paccar Company, que nos permitiu incorporar uma nova cadeia cinemática nos nossos camiões, tornando-os mais modernos, potentes e economicamente mais eficientes.

É importante frisar de que nada disso teria resultado se não tivéssemos feito uma boa escolha dos nossos concessionários locais. Quer a GSVI, posicionada na zona centro e parte da zona norte, quer a ACRV, posicionada na zona sul e litoral norte, estão a realizar um trabalho de vendas, assistência técnica e de acompanhamento dos clientes DAF, novos e tradicionais.

Hoje, são muitas as pequenas e médias frotas que dispõem da nova série de camiões DAF. Isto significa que conseguimos recuperar a credibilidade da marca em território português, e que também estamos a conquistar novos clientes que antes não tinham os nossos camiões nas suas frotas. Os nossos novos modelos – sobretudo os premiados camiões XF e CF – estão a demonstrar as suas reais qualidades e capacidade de carga em diferentes tipologias de transporte rodoviário. Proporcionam segurança, conforto, potência, flexibilidade, e baixo custo de utilização por quilómetro percorrido.

Gama renovada

Os camiões DAF estão evoluídos e ajustados às normas Euro 6. Em 2015 efetuámos uma primeira renovação da gama e, em 2017, realizamos uma segunda evolução dos nossos modelos. Já dispúnhamos de camiões de elevada qualidade no passado recente, mas mesmo assim, os nossos engenheiros conseguiram desenvolver dois novos modelos que superaram as nossas expectativas e também as dos nossos clientes.

Estamos a entrar numa fase complexa em termos de motorização na indústria automóvel, e o mesmo acontece no desenvolvimento dos camiões. Para a DAF, como demonstrámos no Salão de Hannover, o futuro da motorização dos camiões passará pela eletrificação, no caso dos camiões de utilização urbana, e pela utilização do diesel, no caso dos camiões de longo curso.

Com as restrições de emissões e de circulação que estão a ser impostas em várias cidades europeias, os fabricantes de camiões têm que tomar medidas de apoio ao transportador. Neste sentido, a DAF dispõe de camiões equipados com motores elétricos (já em circulação na Holanda), e de camiões equipados com motores a diesel dos mais eficientes em todo o mundo.

Ou seja, menos consumo de combustível, significa menos emissões para o ambiente e mais poupança para o transportador. Esta é a lógica que está subjacente na estratégia de desenvolvimento de produto e de vendas da DAF para os próximos anos. Cada marca tem, naturalmente a sua estratégia tecnológica para responder às novas regras ambientais. A DAF já escolheu o seu caminho que agora iremos percorrer, de forma segura, juntamente com os nossos clientes.

Quero aproveitar para enaltecer a qualidade informativa da Revista Automotive e a forma tão distinta e profissional de divulgar as questões afetas ao setor de veículos pesados, leitura que também me ajudou a compreender melhor a cultura, a visão e a tipologia do cliente frotista de camiões em Portugal”, declarou António Rasero.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com