E se as modelos fossem carros?

by on 8 Fevereiro, 2018 in Pós-Venda

E se as modelos fossem carros?

A revista Basic Magazine, em conjunto com a fotógrafa Victorija Pashuta, fizeram um desafio muito interessante, que foi convidar algumas pessoas (modelos conhecidos) para encarnar o espírito de um carro; ou seja, antropomorfizar um carro. O resultado foi brilhante e muito diferente. A criatividade para adaptar o espírito do carro à pessoa foi uma inversão daquilo que a publicidade habitualmente faz e as marcas de automóveis apoiam.

Colocamos aqui alguns exemplos de automóveis transvestidos de pessoas, ou vice-versa, em que todos os detalhes foram levados em consideração. Realmente foi diferente, arrojado, provocador e que pode dar o mote para algumas empresas desafiarem os seus funcionários a fazerem um concurso interno, seja para o Carnaval ou para outra data festiva. O importante é trazer alguma criatividade e novidade ao setor, especialmente se promover uma motivação adicional.

A publicidade dos automóveis, especialmente dirigida ao particular, procura sempre transmitir um estilo de vida associado, um tipo de família, de forma de vestir, de falar, de andar etc. Tem influenciado muito a moda e leva muitas vezes as pessoas a abdicarem do essencial, para adquirirem o carro da moda, e não aquele que melhor corresponde às suas necessidades diárias. Já a comunicação para frotas, sob este ponto de vista, tem sido muito mais ajustada, trazendo para a realidade e o quotidiano, aquilo que é uma ferramenta indispensável de trabalho e também de lazer. Não o sonho desmedido e consumista.

Todo o trabalho pode ser visto no website da revista BASIC Magazine (www.basic-magazine.com) ou da fotógrafa Victorija Pashuta (www.pashutaphotography.com).

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com