Ford Transit – gama mais eletrificada

by on 31 Janeiro, 2020 in Frotas

Ford Transit – gama mais eletrificada

Tendo conquistado o Prémio Furgão do Ano 2020 em Portugal, atribuído pela Revista Automotive ao modelo Ford Transit Custom PHEV, volta a elevar a fasquia do segmento dos veículos comerciais ligeiros, com a renovação da sua gama Transit, disponibilizando mais tecnologia para as frotas.

A evolução começa pela Transit Van de 2 toneladas, modelo determinante para a Ford alavancar a sua presença nas empresas PME’s, visto tratar-se de um produto onde mais de 4.600 dos seus componentes foram atualizados, sendo introduzidas avançadas tecnologias de assistência à condução e, naturalmente, melhorias nos materiais dos interiores, mecânica, emissões e iluminação.

EcoBlue

Com as questões ambientais na ordem do dia, a nova gama surge equipada com os sofisticados motores diesel EcoBlue da Ford que proporcionam significativas reduções dos custos operacionais das frotas, alcançando até 7% de melhoria na eficiência de consumos, com até 8% adicionais graças aos novos motores EcoBlue Hybrid da Transit, a primeira solução de tecnologia mild-hybrid de 48 volts a ser introduzida no segmento.

Um abrangente programa de redução de peso aplicado na nova Transit, recorrendo ao design assistido por computador (CAD) da indústria aeroespacial, permite garantir um aumento de carga útil até aos 80 kg. Adicionalmente, as avançadas funções de conectividade, incluindo a nova tecnologia de modem integrado a bordo FordPass Connect, permitirá aos gestores de frotas maximizar a eficiência e utilização do veículo.

Subir a fasquia

A Transit Custom de 1 tonelada, também foi renovada, sendo hoje um modelo de referência no mercado, estando equipada com os novos blocos tecnológicos EcoBlue diesel, EcoBlue Hybrid e Plug-In Hybrid, com mais eficiência no consumo de combustível, e também com avançadas tecnologias de conectividade e de assistência ao condutor.

Motorização

O potente e eficiente motor diesel EcoBlue de 2,0 litros da Ford foi otimizado para permitir poupanças de combustível até aos 7%, alcançadas de acordo com dados internos da Ford, baseados no ciclo WLTP.

Equipada com uma caixa manual de 6 velocidades da Ford, a nova Transit alcançou emissões de CO2 a partir de 200 g/km e consumos a partir dos 7,6 l/100 km, WLTP. A sua atual gama de potências de 105, 130 e 170 CV, relacionadas com o bloco EcoBlue de 2,0 litros, foi alargada com a chagada de versão de 185 CV.

Os clientes da Transit continuam a poder contar com um vasto leque de escolha, com mais de 450 variantes na gama, incluindo tração dianteira, traseira e integral, bem como diversos formatos de carroçaria e chassis, incluindo o recentemente introduzido chassis Skeletal de baixa altura.

A Ford mantém a sua diversidade de versões ajustadas a cada negócio, com variantes de cabinas Transit Custom; Transit Van L2; Doble Cab-in-Van;  Transit Van L4; Chassis Cabine, Transit Custom Plug-In-Hybrid e a Tourneo Custom Plub-In-Hybrid.

De série e em alguns modelos, estão disponíveis a transmissão automática com caixa de 10 velocidades e a seleção dos respetivos modos de condução.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com