GSVI Leiria – nova sede com mais espaço ao cliente DAF

by on 16 Outubro, 2018 in Pesados

GSVI Leiria – nova sede com mais espaço ao cliente DAF

Em atividade desde março de 2014, a empresa GSVI é o concessionário da marca DAF para a região Centro e Norte, com unidades em Leiria, Braga e na Maia.

Recentemente, abriu as portas das novas instalações da sua sede em Leiria, um amplo, moderno e bem localizado espaço que a Revista Automotive foi conhecer por dentro e também entrevistar Pedro Prates, diretor geral da empresa em Portugal, que nos conta os objetivos e a nova fase da GSVI.

“A GSVI iniciou as suas atividades em Portugal numa altura em que a economia nacional ainda se ressentia dos efeitos da crise que naturalmente afetou todo o mercado de camiões. Mesmo assim, o plano que implementámos naquela altura estabelecia metas de crescimento sustentáveis, o que de facto tem vindo a se verificar desde então.

Acreditámos desde o início no potencial e na qualidade dos camiões da DAF e foi com o apoio da marca e na confiança dos clientes que conseguimos registar um bom desempenho de vendas logo no nosso primeiro ano de atividade. Um ano depois, em 2015, expandimos as nossas atividades de vendas e de assistência técnica na região Norte, abrindo uma unidade na Maia e posteriormente, outra em Braga.

Nos dois anos seguintes, com a expansão e consolidação das nossas atividades em Portugal, e dando continuidade ao plano inicialmente traçado pelo nosso grupo, fomos ampliando a nossa equipa, implementámos novos serviços, dinamizámos a venda de peças da marca DAF e, no final do primeiro semestre, demos início ao processo de mudança para estas nossas novas instalações, onde temos a sede da GSVI”, explicou Pedro Prates.

Confiança na marca DAF

O renascer da marca DAF em Portugal, nos últimos 4 anos, deu à direção da GSVI a confiança necessária para realizarem o investimento nas novas instalações, localizadas em Andrinos, Leiria, com facilidades de acesso através da estrada nacional e da autoestrada do Norte, estando muito próxima da zona industrial de Leiria.

Segundo Pedro Prates, as novas instalações são o corolário dos bons resultados alcançados pela GSVI e pela marca DAF no nosso país, e também materializa uma visão de futuro.

“Dispomos de um terreno com uma área total de 9 mil m2, sendo que em termos de área construída, ocupamos um total de 1,4 mil m2. Trata-se de uma estrutura criada de raiz, preparada para crescer e organizada para proporcionar um melhor atendimento aos nossos clientes.

Não se trata de um projeto sumptuoso como podem ver, pelo contrário, construímos uma estrutura relativamente pequena quando comparada com outros projetos do nosso setor, mas que permite crescer sempre que verificarmos que tal seja necessário. Iremos continuar a investir na ampliação das nossas instalações, em função do aumento do volume de trabalho, ou diante da necessidade de implementarmos um novo serviço de pós-venda”, destacou.

Expansão no horizonte

A marca DAF tem vindo a crescer de forma sustentada no mercado ibérico. Segundo os últimos dados estatísticos do setor, a sua quota de mercado tem vindo a aumentar, graça ao bom desempenho da nova gama de camiões CF e XF, que tem vindo a conquistar espaço nas médias e grandes frotas, sobretudo em Portugal, conforme já noticiámos em outras edições.

Como resultado, a sua rede de concessionários tem vindo a modernizar-se sendo a GSVI o exemplo mais recente. Para Pedro Prates “o nosso modelo de gestão assenta em criarmos relações fortes com os nossos parceiros de negócio, ou seja, tanto com a marca que representámos, neste caso a DAF, como com os nossos clientes.

Quero com isto dizer que se a marca continuar a sua expansão sustentada de vendas no mercado nacional, naturalmente que o grupo GSVI está preparado para acompanhar esta expansão, podendo vir a investir na melhoria e ampliação das nossas instalações localizadas em Braga ou na Maia, por exemplo.

O nosso crescimento tem sido sustentado em bons resultados, ano após ano. Quando digo bons resultados, não estou a falar apenas no resultado da GSVI, mas sim, em todos os agentes económicos que estão associados ao nosso negócio, ou seja, a DAF, os nossos clientes, e também dos nossos funcionários. Todos são responsáveis e contribuem de forma decisiva para os nossos resultados.

Continuar a história da marca

Somos um concessionário privado, ligado a um grupo sólido com concessões DAF em França, condição que nos dá alguma flexibilidade de gestão, pois não temos a pressão de vendas existente nas concessões ligadas diretamente às marcas. A GSVI reconhece o valor da DAF, uma marca que este ano completou 90 anos de existência e que tem em Portugal, um dos melhores parques circulantes de camiões.

Num mundo em rápida transformação, o negócio da venda de camiões novos exige uma gestão moderna, transparente, onde é fundamental estar próximo do transportador, saber ouvir e entender as necessidades de cada cliente. Temos de estar atentos às novas regras de mobilidade e limitações à circulação de viaturas pesadas, e disponibilizar aos clientes, qualquer que seja a sua dimensão, soluções adequadas à tipologia do seu negócio e à especificidade do seu transporte.

Outro aspeto muito importante neste nosso crescimento, assenta no trabalho desenvolvido pela nossa equipa de profissionais que hoje já soma 40 pessoas, nas nossas 3 instalações. Contamos com técnicos e profissionais com experiência comprovada na área do pós-venda, que receberam formação da marca, e que garantem o cumprimento dos standards de qualidade da DAF.

Estamos orgulhosos com o trabalho que temos vindo a desenvolver em Portugal com a marca DAF, pois estamos a colher bons resultados. No entanto, isto também nos dá um maior grau de responsabilidade para com a marca, visto que cerca de 60% das vendas DAF em Portugal estão afetas às atividades comerciais da GSVI. A nossa cobertura geográfica é muito grande, onde se concentram as grandes empresas transportadoras do nosso país, o que significa dizer que somos a cara da DAF perante muitos clientes”, frisou.

Relação com a marca

Tendo em conta que o mercado de venda de camiões vive de ciclos económicos bons e maus, a estratégia seguida pelo Grupo GSVI é a de manter relações fortes, transparentes e duradouras com a DAF. “De nada adianta realizarmos bons números de vendas num determinado ano, e passarmos os seguintes amargurando problemas de gestão. Sabemos que a maré quando sobe, geralmente puxa todos os barcos para cima. A diferença de sabermos navegar bem, é quando a maré está em baixa.

Com tantas e boas marcas em atividade, não podemos nos dar ao luxo de pensarmos que já temos o nosso território ganho. Nada disso. É preciso mantermos um contacto praticamente diário com a marca e também com os nossos clientes. São duas estruturas basilares para continuarmos a navegar de forma consistente e segura, mesmo quando a maré está em baixa.

Estamos bastante satisfeitos com os laços de confiança que desenvolvemos com a DAF. É um processo que tem vindo a consolidar-se ano após ano, com pontos altos e baixos, como em qualquer relação comercial, mas cujo saldo tem-se revelado positivo para ambas as partes. A GSVI tem também à frente do grupo, um empresário português que fez o seu caminho além-fronteiras, e que já acumula uma grande experiência com a marca.

Devo dizer que o empresário Mário da Ponte, nosso principal acionista e presidente do conselho de administração do Grupo GSVI, tem um carinho muito grande pela empresa e, em especial, por todas as pessoas que trabalham nas nossas unidades de Leiria, Braga e Maia. Temos, por parte do nosso acionista maioritário, um grande apoio que se materializa no nosso projeto e no investimento que foi realizado nestas nossas novas instalações.

Tecnologia e qualidade

A relação do Grupo GSVI com a marca DAF, começou em 1989, e tem-se solidificado ao longo destes quase 30 anos. Em Portugal, a GSVI iniciou as suas atividades justamente quando a DAF estava a iniciar o processo de renovação de sua gama de camiões e, apesar de ser suspeito para o afirmar, quero sublinhar que hoje a marca dispõe dos melhores produtos de toda a sua longa história.

Veja-se as evoluções tecnológicas que os modelos CF e XF disponibilizam nesta nova geração. Para além de uma imagem exterior agradável, e de interiores de elevada qualidade, a performance de um camião DAF está ao melhor nível. O facto de hoje a marca pertencer ao grupo Paccar, que fabrica os motores da atual geração, é uma garantia de performance e de fiabilidade para qualquer tipologia de transporte.

O compromisso da DAF de informar o cliente, através da sua rede de concessionários, quanto as emissões de CO2 e dos consumos de combustível dos seus camiões, é uma realidade que bem demonstra a transparência de gestão da marca para com os seus parceiros de mercado. Os motores Paccar que equipam a nova geração de camiões da DAF, são dos mais económicos do mercado e, simultaneamente, aqueles que apresentam as melhores performances.

Estamos confiantes de que o ano de 2018 venha a ser bastante positivo, estamos em franco crescimento das nossas atividades, e com boas perspetivas de concretizarmos importantes negócios nos próximos meses. Apesar deste bom momento, mantemos a serenidade e a atenção diária aos nossos clientes. Projetamos realizar uma cerimónia de inauguração das nossas novas instalações e celebrar com os nossos parceiros, clientes e funcionários, os bons resultados que estamos a registar em Portugal.

Por fim, quero realçar que sou um leitor assíduo da Revista Automotive. É uma publicação que está posicionada em destaque nos nossos gabinetes e no balcão de peças, fazendo parte da nossa casa e com muita procura por parte dos nossos clientes.

Agradeço a boa atenção que dedicam à nossa empresa, à marca DAF e às questões do setor de transportes em Portugal. Aprecio muito os artigos que publicam, sempre com grande diversidade, atualidade e abrangência. Por tudo isto, sinto-me à-vontade para receber a Revista Automotive nas instalações da GSVI”, finalizou Pedro Prates.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com