Mercedes-Benz E300 “de” acordo com a maré

by on 13 Janeiro, 2020 in Ensaios / Assessment

Mercedes-Benz E300 “de” acordo com a maré

O “de” no título refere-se à designação deste Classe E Diesel Electric, e não à preposição “de”. Se bem que aqui pode até ser as duas coisas. Revendo as noções de português, as preposições visam exprimir relações entre duas partes que dependem uma da outra.

No caso deste Mercedes-Benz E300 DE, o motor diesel depende do motor elétrico e vice-versa. O motor diesel de 2 litros tem um consumo menor com a ajuda do motor elétrico, e este utiliza a inércia proporcionada pelo motor a combustão para se carregar. Uma simbiose perfeita em termos de propulsão e de recursos.

Este Classe E já ostenta o logotipo da nova submarca da Mercedes-Benz: EQ Power. Significa que pertence à gama de modelos elétricos e plug-in. A introdução dos sistemas de propulsão híbrida na Mercedes-Benz remontam ao ano de 2009, com a primeira geração do modelo S 400 Hybrid.

Agora, na terceira geração de híbridos, a gama EQ Power está próxima de alcançar os 20 modelos (contanto com as variantes da carroçaria) híbridos plug-in e elétricos, previstos para o ano de 2020, numa iniciativa sem precedentes da marca que vem se renovando, em termos de produto, ao longo dos últimos 5 anos.

O Classe E300 DE, inclui-se assim numa estratégia alargada da marca, para ir de encontro aos segmentos de mercado que mais crescem em Portugal – as frotas – bem como as propulsões que têm incentivos fiscais, sem perderem algumas características como é o caso da autonomia e facilidade de abastecimento.

Este E300 DE está ajustado às expectativas dos frotistas e empresários em nome individual, que almejam possuir um carro executivo premium, mas também que esteja de acordo com a recente “maré” de preocupação ambiental e sustentabilidade nos automóveis.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com