Neoplan Tourliner – o conforto em forma de autocarro

by on 17 Novembro, 2018 in Ensaios / Assessment, Pesados

Neoplan Tourliner – o conforto em forma de autocarro

A Neoplan, construtor de autocarros pertencente à MAN, apresentou a sua nova versão do modelo Tourliner em Berlim.

O evento de apresentação foi realizado em conjunto com outras apresentações de modelos da MAN, desde o camião eTGM, passando pelo furgão eTGE, até ao autocarro Lion’s City. Neste contexto, o Neoplan Tourliner teve como principal novidade a caixa de velocidades TipMatic, de 6 velocidades com conversor de binário.

A Revista Automotive aproveitou a ocasião para realizar um teste de estrada com o Tourliner, onde Eduardo Gaspar, diretor da revista, conduziu o Neoplan pelas estradas da Alemanha e transmite aqui, as suas impressões.

“ Os autocarros de longo curso, pela sua função, têm sempre de ser vistos por duas perspetivas. A primeira é a perspetiva dos passageiros, e a segunda, a do motorista. A começar pelo ponto de vista dos passageiros, o visual do autocarro é a primeira coisa que se nota, sendo por isso importante ter uma boa estética pois, aos olhos humanos, este é um aspeto que transmite uma mensagem positiva de segurança e bom gosto.

Este Tourliner da Neoplan é imponente, não somente pelas suas dimensões, com 13,20 metros de comprimento, mas também pela arrojada e invulgar carroceria. Esteticamente, consegue conjugar linhas contemporâneas com um desenho clássico, tendo uma superfície vidrada bem enquadrada na carroçaria. A entrada dos passageiros no autocarro faz-se com facilidade graças a um primeiro degrau mais baixo sendo que, o corredor de acesso aos assentos, tem espaço suficiente para nos deslocarmos sem dificuldades por todo o seu interior, mesmo em movimento.

Os bancos dos passageiros são modernos, confortáveis e com apoios tanto da região lombar, como da cabeça/pescoço, o que é um indicador de que iremos desfrutar de uma viagem longa em conforto e segurança. Naturalmente que estes assentos podem ser configurados conforme a opção do comprador do autocarro, em conjunto com a iluminação interior, entre outras características de arranjo estético, no seu interior.

A versão que testámos tinha a capacidade para até 50 passageiros que, entre outras comodidades, podem desfrutar de um sistema de infotainment a bordo e ligação à internet por WiFi. Com tecnologia ao serviço do passageiro, o modelo Toruliner da Neoplan disponibiliza, em todos os assentos, de ponto de carregamento USB. A iluminação individual indireta por LEDs proporciona uma boa dispersão da luz que, em conjunto com o controlo individual de climatização, contribui para uma sensação de bem-estar a bordo.

Quanto às bagagens, as prateleiras interiores são espaçosas para as bagagens de mão, e o porão de carga do Tourliner totaliza 13mt3 de espaço, a maior capacidade de toda a gama Neoplan. De facto, este autocarro de última geração dispõe de condições únicas de conforto, segurança, estética, tecnologia e muito espaço para passageiros e respetivas bagagens.

Em condução

Do ponto de vista do motorista, peça importante desta história, a posição de condução é ergonómica e o espaço de trabalho contém bastantes arrumos para podermos utilizar, sem muita complicação, durante as viagens de curtas, médias ou de longas distâncias. Destaque também para os comandos do ar condicionado (orientado para os passageiros!) que é extremamente simples de se operar, quando em andamento, pois está localizado mesmo ao lado do volante. De acesso menos evidente é o botão das luzes de emergência (4 piscas) que pode ser facilmente confundido com o botão corta-corrente. Um ponto, a nosso ver, a ter em conta em termos de segurança.

Já o painel de instrumentos é muito semelhante aos dos camiões da MAN, ou seja, mantém uma linha de austeridade embora, e paradoxalmente, proporciona uma ótima visibilidade mesmo com o Sol a incidir diretamente sobre ele. A qualidade de construção sente-se em todos os detalhes do tablier. O volante está repleto de botões para controlar as funções do Bluetooth, visualização do painel de instrumentos, rádio e cruise control, entre outros equipamentos.

Para iniciar a marcha, basta colocarmos a caixa automática na posição D, soltar o pedal do travão, e o autocarro move-se logo, ou seja, não temos que premir o acelerador. A primeira sensação é que estamos a conduzir um autocarro com motor elétrico. É que praticamente não sentimos a 1ª velocidade engrenar e nos primeiros metros que o autocarro percorre, o motor é extremamente silencioso. Nos metros seguintes também, mesmo com outras passagens de caixa, nos mais de 70 quilómetros que percorremos neste teste.

Isto é possível graças à caixa TipMatic com conversor de binário que é a principal responsável por esta suavidade e precisão nas passagens de caixa. Simplesmente não se sentem. A boa insonorização de todo o veículo também contribui para esta suavidade no rolar, o que beneficia o trabalho (e a saúde) do condutor e dos passageiros, tornando a viagem agradável em todos os domínios.

Destaque ainda para a direção do Tourliner, que é extremamente suave. Tem um pequeno senão – não é totalmente direta, principalmente a velocidades entre os 60 e os 80 Km/h. Em estradas nacionais é preciso virar mais o volante do que o expectável, porque a direção não é tão precisa. Por outro lado, essa característica acaba por ajudar no conforto do motorista, ao tornar a experiência de condução mais suave e confortável.

Os especialistas da Neoplan, que nos acompanharam neste teste, explicaram-nos que essa característica não se deve ao comportamento da direção em si, mas sim à suspensão dianteira e traseira que são mais suaves do que em outros autocarros de turismo. Segundo eles, essas são exatamente as principais características dos autocarros da Neoplan – máximo conforto e suavidade para que conduz e também para os passageiros. Nos demais modelos da Neoplan, como o Cityliner, ou o Skyliner, existe ainda a possibilidade de comutarmos entre uma suspensão/direção mais direta, ou menos responsiva, bastando para tal apertar um simples botão. Bem-vindo ao futuro!

Motorização

A versão do Tourliner que testámos vinha equipada com o motor D2676, versão Euro6, com 420 CV de potência e um binário de 2100 NM. Tanto o binário como a potência sentem-se bem, este Tourliner é bastante ágil para um autocarro deste tamanho. Apesar da suavidade do seu movimento, quando é preciso, o motor responde de forma surpreendente. Basta fazer o “kick-down” no acelerador e o conjunto propulsor utiliza toda a potência e força do motor, bem como faz as passagens de caixa a maiores rotações (próximo das 2500 RPM). É mesmo impressionante. Faz-nos pensar no porquê da Neoplan querer disponibilizar também uma versão do Tourliner com 460 CV, quando os 420 CV, a nosso ver, já são mais do que suficientes.

Reduções de consumo e segurança

Esta nova caixa de velocidades tem a função de Idle Speed Driving, o que possibilita colocarmos em “ponto-morto” o motor de forma a aproveitar a inércia e poupar combustível. Para as travagens, o intarder com 3 posições tem força suficiente para reduzir a velocidade deste autocarro, sem que isto aconteça de forma brusca.

E porque a segurança é um ponto importante no transporte rodoviário de passageiros, o Tourliner é um compêndio de sistemas que foram evoluindo ao longo dos anos e que os técnicos da MAN, não se coibiram de utilizar e de instalarem neste modelo. São mais de vinte sistemas de segurança. Desde o cruise control adaptativo, Roll Over Prevention, Anti-Slip Regulator, entre muitos outros. Mais parece que estamos dentro de um cockpit de um avião comercial de grandes dimensões, tantos são os recursos tecnológicos à nossa disposição.

De destacar que este autocarro cumpre com a norma ECE-R.66.02, que regulamenta a força da carroçaria face a um capotamento (entre outros aspetos).

Conclusões

O Tourliner demostrou ser um autocarro bastante polivalente, podendo ser utilizado tanto em trajetos mais curtos – serviços de turismo em cidade por exemplo – ou até para serviços regular ou ocasional no médio e longo curso. Tem a capacidade de se movimentar bem em ambiente citadino e tem as caraterísticas técnicas e espaço adequados para deslocações mais longas com muito, conforto, espaço, e agradável ambiente a bordo.

A novidade no conjunto propulsor veio subir ainda mais a sua fasquia como um modelo de referência no setor dos autocarros, e em linha com o que a Neoplan promete (e pelo que pudemos constatar, cumpre!), aos seus clientes frotistas e aos seus milhares de passageiros”.

 

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com