Renault Master – a democratização da tecnologia nos comerciais

by on 21 Agosto, 2019 in Ensaios / Assessment, Frotas

Renault Master – a democratização da tecnologia nos comerciais

Com o lançamento agendado para o próximo mês de setembro em Portugal, o novo Renault Master vem reforçar a competitividade da marca também nos VCL.

Os mais de 2,4 milhões de Renault Master vendidos em todo o mundo, demonstram a importância deste modelo para a estratégia de crescimento nos veículos comerciais ligeiros (VCL) da Renault. A marca pretende passar de líder europeu a líder mundial, de acordo com os objetivos do plano estratégico, definidos no programa Drive The Future (2017-2022).

Esse plano estratégico consiste em aumentar as vendas de VCL em mais de 40%; duplicar a cobertura de mercado, passando de 24% para mais de 50%; manter-se na liderança do segmento dos VCL elétricos; bem como tornar-se o principal interveniente mundial em veículos comerciais ligeiros, com mais de 2,5 milhões de unidades por ano, graças à Aliança com as marcas Nissan e a Mitsubishi.

Visando contribuir para esse objetivo, o novo Renault Master apresenta muitas evoluções, tais como uma estética renovada, novas motorizações e um novo interior. Somente a estrutura do chassis e suspensões, exceto alguns ajustes, mantém-se igual à geração anterior do Master.

Nova geração do Master

Com uma frente renovada e em linha com a identidade visual dos outros modelos da Renault, o Master ganha uma imagem de maior robustez, graças a uma linha de capô mais elevada, a grelha dianteira e o grupo ótico a tomarem o protagonismo. Destaque para o para-choques, que apresenta um degrau mais reforçado para o motorista aceder ao para-brisas.

Quanto à capacidade de carga, fator fundamental neste segmento, o novo Renault Master está disponível em 3 alturas e 4 comprimentos, mantendo as variantes de tração dianteira ou tração traseira. A grande variedade de versões (mais de 350!) permite pesos brutos de 2,8 a 4,5 toneladas, um volume útil de carga entre 8 e 22 m3. O Master mantém as variadas tipologias de carroçaria: furgão, cabina prolongada 7 lugares, caixa aberta, plataforma, grande volume, chassis-cabina, entre outras.

Motorizações

O Master dispõe de uma nova gama de motores 2.3 dCi, com potências de 130 até 180Cv e binários de 330 até 400 Nm. Estes motores estão em conformidade com as normas Euro 6d-temp / Euro 6d (consoante o volume ou o peso dos veículos), e dispõem da tecnologia Twin Turbo, apresentando uma redução do consumo de combustível até 1 L/100 km, face à anterior geração de motores do Master.

Consoante a versão, estes motores podem ser combinados com uma caixa manual de 6 velocidades ou uma caixa robotizada de 6 velocidades, incorporando as mais recentes tecnologias antipoluição, como o sistema de redução catalítica seletiva (SCR).

Interior e tecnologias

O interior do Master dispõe de um dos maiores volumes de arrumação da categoria (até 105 litros). Destaque para a mesa por cima do porta-luvas, que serve tanto como um espaço de trabalho suplementar, bastante útil como um espaço para refeições.

Outras comodidades compõem o interior deste furgão, como sendo o carregador de smartphone por indução, a base de encaixe para um tablet digital na parte central do tablier. Tudo para tornar a vida a bordo mais confortável e segura.

Quanto à condução, a Renault pretende manter a senda da democratização da tecnologia, tendo incorporado no Master novos sistemas de ajuda à condução (ADAS), para garantir a segurança e conforto do condutor e dos passageiros. Neste domínio, destaques para o “Front Park Assist”, sistema de ajuda ao estacionamento dianteiro; o “Rear View Assist”, sistema de assistência à visão traseira, com ecrã na parte superior do para-brisas, com boa visibilidade traseira, a média e longa distância e o “Blind Spot Warning”, com aviso de presença no ângulo morto.

No âmbito das tecnologias, também incorpora o “Side Wind Assist”, um sistema de assistência à estabilização em caso de vento lateral; o “Automatic lights and wipers”, com ativação automática dos faróis e do limpa-vidros; e o “Active Emergency Braking System”, um sistema de travagem de emergência ativa AEBS, disponível tanto na cidade como em autoestrada.

Versão elétrica

O novo Master também será lançado na versão elétrica (Master Z.E.), com bateria de iões de lítio de 33 kWh, e um motor de 57 kW (equivalente a 76 cv), herdado do Renault ZOE. A autonomia situa-se nos 120 km, sendo este modelo mais direcionado para a distribuição porta a porta ou outros tipos de utilização profissional, em meio urbano. A carga completa do Master Z.E. é obtida em 6 horas com a WallBox 32 A / 7,4 kW.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com