Renault Trucks – “O futuro está na partilha de investimentos”

by on 4 Janeiro, 2019 in Pesados

Renault Trucks – “O futuro está na partilha de investimentos”

A Automotive entrevistou em Hannover, Bruno Blin, Presidente da Renault Trucks e Executive Vice President do Volvo Group.

No stand da Renault Trucks, Bruno Blin, conta-nos sobre o atual momento da marca, os principais lançamentos realizados e dá-nos a sua visão quanto ao futuro da mobilidade nos veículos pesados.

“Quero primeiramente realçar que estou satisfeito com o desempenho da Renault Trucks, na Europa. Neste continente, ganhámos quota de mercado em 2017 e, em 2018 também estamos a registar bons resultados operacionais em diversos países. Os nossos camiões estão a tornar-se cada vez mais populares, e isso é bom para a marca, para os nossos clientes e também para os nossos parceiros de negócio.

Mas, mais do que notoriedade, este aumento das vendas permite-nos financiar as nossas atividades e realizar mais investimentos na marca e preparar o seu futuro. A nossa indústria está a atravessar grandes transformações, face à necessidade de melhoria de desempenho, e das emissões dos motores a diesel e, por outro lado, na procura de motorizações alternativas ao diesel. Por isso o caminho que estamos a percorrer, já não é tão linear, como antes.

Motorizações alternativas

A Renault Trucks não tem motorizações a Gás Natural Liquefeito (GNL). Temos sim, motores desenvolvidos para utilização de Gás Natural Comprimido (GNC) e Biodiesel. Acreditamos que o gás natural é uma tecnologia de transição, não é a solução ótima para os pesados. Para a Renault Trucks, a solução ótima para a redução das emissões são naturalmente os motores elétricos.

Na gama dos elétricos devemos ser o único fabricante de camiões a dispor de uma gama completa de veículos elétricos, desde as 3 toneladas até às 26 toneladas. De realçar que estes veículos não são protótipos, são uma realidade; já circulam em várias estradas da Europa, com um elevado grau de satisfação dos nossos clientes empresariais.

No entanto, o diesel não irá desaparecer, continuará a ser um importante combustível em utilização nos veículos pesados. Por esse motivo, continuaremos a desenvolver os nossos motores a diesel, e neste ponto é uma grande vantagem fazermos parte do Volvo Group, porque o futuro da indústria automóvel está na partilha de investimento, conhecimento e desenvolvimento.

O fato de trabalharmos em conjunto permite-nos desenvolver tecnologias de forma mais rápida, sem que nesse processo a Renault Trucks perca aquilo que a diferencia da marca Volvo Trucks.

Desempenho em Portugal

Em Portugal, estamos contentes com a parceria que temos com o grupo NORS, com uma rede de concessionários que tem feito um trabalho muito importante para o crescimento da marca. Estou regularmente em contacto com o senhor Tomás Jervell (CEO do Grupo NORS, ndr.) e, em conjunto, frequentemente analisámos as oportunidades de mercado, os nossos potenciais e o que seria possível fazer mais e melhor em Portugal. É sempre possível fazer mais no mercado dos camiões.

O ano que passou não estivemos ativos em termos de eventos, ou até de comunicação. Estivemos muito focados no crescimento comercial e no alargamento de serviços aos clientes. Além disso, internacionalmente, investimos na ampliação das nossas fábricas, no desenvolvimento de novos produtos, nos concessionários, e em diversas formações para os nossos profissionais, que integram a estrutura operacional da Renualt Trucks em diversos países.

Em termos de produtos, a gama de camiões elétricos estará gradualmente disponível em todos os países Europeus, e Portugal não será uma exceção. Temos uma fábrica preparada para dar respostas eficazes à crescente procura que os veículos elétricos estão a ter, moldando o futuro que se avizinha cada vez mais próximo. Estamos confiantes na nossa capacidade de produzir, comercializar e de providenciar todo o suporte no pós-venda que esta tipologia de produto e de utilização, irá necessitar da nossa marca.

Perspetivas futuras

Face às rápidas transformações do mercado, é muito difícil avançarmos com números concretos daquilo que será a percentagem de utilização de veículos elétricos, face ao diesel, mas as nossas expectativas apontam para algo em torno dos 25% de camiões elétricos, em utilização no segmento da distribuição urbana. Já no segmento dos camiões de logo curso, os nossos estudos indicam que o diesel ainda manterá a supremacia no mercado de transporte rodoviário de mercadorias.

A mobilidade elétrica também estará muito ligada às transformações das grandes cidades. Os decisores políticos dessas cidades têm em mãos questões que podem afetar de forma direta a tipologia das frotas que operem em ambiente urbano. Por isso, a mudança para camiões elétricos, poderá ser feita mais rápida do que se prevê, dependendo da decisão de cada cidade.

O que as grandes cidades europeias querem é uma rápida diminuição das emissões nas suas vias, mas isso só é possível com a utilização massiva de veículos elétricos. Outra vantagem dos motores elétricos para as cidades é a redução do ruído. A mobilidade elétrica vem dar respostas positivas a essas necessidades. Tudo indica que o caminho para alcançarmos cidades ambientalmente mais limpas, passará pela eletrificação das frotas, incluindo as de camiões.

De forma resumida, as tendências serão para a melhoria dos motores diesel, uma maior mobilidade elétrica, mais conectividade e um crescente uso de veículos autónomos. Tudo isso exige grandes investimentos, sendo natural que os construtores se unam em grandes grupos (como é o caso do grupo TRATON), porque esta é a única forma de partilhar os custos e unir esforços financeiros e tecnológicos.

A Renault Trucks está integrada no Volvo Group desde 2001, e desde então, temos recolhidos grandes beneficios ao fazermos parte desse grupo empresarial, tanto em termos de desenvolvimento de produtos, como de sinergias empresariais. Assim, acredito que o ano de 2019 irá nos trazer mais provas de que estamos a trilhar o caminho certo no mercado dos camiões”, salientou Bruno Blin, para a Revista Automotive.

 

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com