SEAT – ambiente favorável para o GNC

by on 20 Agosto, 2019 in Frotas

SEAT – ambiente favorável para o GNC

A SEAT continua a dinamizar a implementação de tecnologia de gás natural comprimido (GNC), disponibilizando aos consumidores uma gama alargada de modelos que são mais sustentáveis, economicamente mais eficientes e fiscalmente vantajosos.

A atual gama da marca inclui os modelos Ibiza TGI, Arona TGI e Leon TGI (5 portas e ST), o que significa que há um modelo com propulsão GNC à medida das necessidades de mobilidade de cada utilizador.

Face ao rápido crescimento da rede de abastecimento de GNC na Europa, juntamente com as mais relevantes vantagens do Gás Natural Comprimido , entre as quais, o baixo custo por quilómetro, a procura por esta tipologia de motorização híbrida, também está a crescer em Portugal.

Na apresentação da estratégia da marca para o mercado nacional, António Calvo, diretor de Mobilidade Sustentável da SEAT, (foto) apresentou diversos indicadores que sustentam a opção da marca em dinanizar a tecnologia de GNC na sua gama. “A rede de abastecimento deste produto está a aumentar e, na península ibérica já existem cerca de 60 pontos, 12 dos quais em Portugal.

Tendo em conta que a autonomia dos nossos modelos equipados com tecnologica GNC é um fator importante na mobilidade dos nossos clientes, a estratégia da nossa marca continuará assente na divulgação das potencialidades desta tecnologica e as suas vantagens, sobretudo menos emissões ambientais, melhores consumos energéticos e um menor custo total de utilização, entre muitas outras.

Vantagens fiscais

Em Portugal, são atribuídos diversos benefícios fiscais tanto para particulares como para empresas.  Existe uma redução na Tributação Autónoma para 7,5%, 15% e 27,5% em cada um dos três escalões de compra, em vez de 10%, 27,5% e 35% nos modelos a gasóleo. Também o Imposto Sobre Veículos (ISV) é reduzido para 40%, e às empresas é ainda permitida a dedução de 50% do IVA pago na aquisição destas viaturas até 37.500 euros. Além disso, existe ainda uma dedução de 50% do IVA destes combustíveis.

O mundo automóvel vive um novo paradigma no tocante à mobilidade, consumos, emissões e motorizações mais eficientes. Há uma maior procura por viaturas equipadas com motorizações eletrificadas e híbridas, incluindo o Gás Natural Comprimido, uma alternativa testada e com eficiência comprovada em vários mercados, sobretudo na Alemanha e Itália, que lideram a rede de postos de abastecimentos deste tipo de combustível.

Neste momento de mudança e de transição do mercado automóvel, acreditamos que a procura por viaturas equipadas com motorizações a gás natural comprimido continuará a crescer, sobretudo junto ao cliente profissional em geral, que poderá retirar um maior proveito da nossa gama de modelos GNC, desenvolvemos na fábrica da SEAT, em Martorell”, sublinhou.

Frotas com menos emissões

Por sua vez, Rodolfo Florit, diretor geral da SEAT Portugal, enfatizou que a marca está determinada em acelerar o GNC como alternativa aos combustíveis fósseis tradicionais

“Uma solução que poderá ser mais vantajosa para quem tem um estilo de vida mais urbano. O impulso dado pelas recomendações e normativas europeias quanto à expansão da rede de abastecimento, está a criar as condições ideais para aumentarmos a comercialização destes veículos híbridos.

Um veículo a GNC tem menos 25% de emissões de CO2 face a um automóvel a gasolina equivalente. Quanto aos benefícios ecológicos e fiscais, a tecnologia permite custos mais eficiente por cada quilómetro, até 50% mais baratos do que o equivalente num modelo a gasolina e 30% menos do que num diesel. E com as melhorias que a SEAT introduziu na tecnologia, é agora possível fazer mais quilómetros sem reabastecer”, destacou.

A maior novidade prende-se com a introdução do terceiro depósito de GNC. No caso do Ibiza e do Arona, a autonomia em modo GNC chega agora aos 360km (de acordo com medições WLTP), enquanto o Leon consegue alcançar os 440km (de acordo com medições WLTP). Esta nova configuração corresponde às exigências dos clientes TGI, que pediam uma maior autonomia em modo GNC.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com