Sprinter – tração dianteira dos negócios

by on 6 Maio, 2019 in Frotas

Sprinter – tração dianteira dos negócios

A nova geração do furgão Sprinter está a transformar a Mercedes-Benz Vans em uma empresa fornecedora de soluções completas de transporte e mobilidade inteligente.

Apresentada ao mercado nacional, com diversas ações envolvendo a sua rede de concessionários e clientes empresariais, em Lisboa e no Porto, o novo Sprinter é a primeira série do modelo a incorporar a estratégia adVance, disponibilizando um produto atual, com tração dianteira, melhor conectividade e o novo sistema multimédia MBUX.

Mário Neves (foto), diretor geral da Mercedes-Benz Vans Portugal, na ação de apresentação da nova gama Sprinter na cidade do Porto, declarou na ocasião que “apesar de ter sido apresentado, internacionalmente em 2018, o novo modelo Sprinter que chega a Portugal é o resultado de muitos anos de desenvolvimento e de um forte investimento da nossa marca e, sobretudo, materializa a nossa resposta às necessidades dos clientes em geral.

Trata-se de um furgão tecnologicamente muito evoluído, onde os engenheiros da Mercedes-Benz Vans dinamizaram a eficiência de rodagem do novo Sprinter, que já era de excelência na anterior geração, mas que foi devidamente atualizada com a introdução da tração dianteira, sendo esta uma das grandes novidades da atual geração do novo Sprinter. Dispomos assim de um novo furgão com múltiplas utilizações, versátil, mais acessível e idealmente orientado para as frotas”, destacou.

MB Pro Connect

Mais espaço de carga, melhor eficiência em condução, mais ergonomia, qualidade geral de construção, preço e a garantia da marca Mercedes-Benz, são os atributos de relevo comercial que poderão incrementar o volume de vendas do novo furgão Sprinter no mercado nacional, onde a concorrência é forte.

No sentido de adicionar soluções aos gestores de frotas das PME’s e aos condutores em geral, o novo Sprinter disponibiliza 8 pacotes com serviços de conectividade online, através do sistema multimédia MBUX, que dispõe de um visor HD até 10,25 polegadas, controlo tátil e controlo de voz intuitivo. O MBux permite o controlo da telemática e acesso à informação, com acionamento pela voz do condutor, através do serviço “Olá, Mercedes”.

A utilização deste sistema Mercedes PRO Connect, será gratuito para os adquirentes do novo Sprinter, até o arranque da PRO Store, prevista para o início de 2020. Até lá, os clientes do novo furgão, sobretudo os responsáveis de frotas em geral, poderão utilizar um prático sistema de controlo integrado e compatível com outros sistemas de gestão, que assegura um avanço em termos de eficiência, visualização de dados, bem como uma redução considerável nas tarefas administrativas relacionadas com as frotas.

Adaptabilidade

Em crescente transformação, o mercado das empresas de distribuição e logística, continua à procura de furgões ágeis, fiáveis, económicos e adaptáveis às diversas tipologias de negócio. Os engenheiros da MB souberam “ouvir” os clientes e desenvolveram o novo Sprinter adaptável a mais de 1.700 variantes, através da combinação de diversos tipos e cumprimentos de carroçaria; configurações de tração; estruturas da cabina; capacidade de carga e alturas do compartimento de carga.

Esta grande variedade de combinações, possibilitam o Sprinter posicionar-se entre os mais versáteis do seu segmento e atender a um largo espetro de clientes e setores de atividades. As possibilidades vão desde um veículo de estaleiro com um preço de entrada atrativo, até um a uma versão denominada shuttle, com equipamentos de topo.

Dinâmica melhorada

No teste de estrada que efetuámos do furgão Sprinter, o modelo utilizado estava equipado com uma caixa automática e conversor de binário de 9 velocidades, pioneira no segmento de veículos comerciais ligeiros, segundo revelou a marca. Apesar de tornar a versão ensaiada naturalmente mais cara, face aos demais modelos da gama Sprinter, a caixa automática justifica plenamente o investimento, quer pela dinâmica, conforto e segurança da condução, quer pela potencial redução de eventuais avarias de um modelo equipado com uma caixa manual.

Apesar de pouco tempo ao volante, notámos que a dinâmica de condução é um dos pontos de destaque. O novo Sprinter também prima pela qualidade de construção, posto de condução; ergonomia dos comandos; conforto a bordo; acessibilidade do condutor, dos passageiros e da carga, a insonorização e o arranque sem chave, pormenores que por vezes estão apenas acessíveis nos veículos ligeiros de passageiros.

A marca orgulha-se de dispor de um furgão com gabaritos comprovados, mas que mesmo assim, poderia evoluir em termos de motricidade. Desta forma, implementou um novo sistema de tração dianteira, que vem dar mais agilidade e melhor brecagem, proporcionando também um aumento de carga útil de 50 kg, nesta versão, bem como um degrau de carga 80 mm mais baixo, face ao anterior modelo, facilitando ainda mais as operações de carga e descarga.

Segurança e carga

Tendo em conta que a segurança rodoviária continua na ordem do dia no nosso país, quer seja para os condutores e peões, quer seja para os custos das empresas, a Mercedes procura dar o seu contributo visando minimizar a ocorrência de acidentes ou sinistralidades. Para isso, introduziu novos sistemas de assistência à condução que incluem, por exemplo, uma câmara de marcha-atrás, com a imagem projetada no espelho retrovisor, para além de um moderno pacote de estacionamento com visão de 360o e, ainda, um sensor de chuva com sistema integrado de limpa-para-brisas húmido denominado por “Wet Wiper System”.

O conforto e a segurança continuam a ser fundamentais para a Mercedes. Assim, o cliente do novo Sprinter poderá ter acesso a diversos sistemas de assistência à condução, onde sobressaem o assistente de ângulo morto com alertas de trânsito à retaguarda e aviso de saída; de vento lateral; de sinais de trânsito; de transposição da faixa de rodagem e, muito importante, o assistente ativo de travagem (até 60 km/hora), e de colisão secundária. Tivemos a oportunidade de verificar a eficiência deste sistema, que poderá reduzir as colisões, muito comuns no trânsito em horários de ponta.

Com uma elevada capacidade de carga, graças à construção das cavas das rodas carregáveis e às alturas do compartimento de carga, totalmente aproveitáveis, juntamente com a combinação da tração dianteira, permitiram ao novo Sprinter aumentar a capacidade de carga máxima para até 17 m3, com até 5,5 toneladas de peso bruto, e peso de reboque até 3,5 toneladas.

De ressaltar que o Sprinter já está à venda na rede de concessionários em Portugal, com uma gama de modelos desde a cabina de 2 lugares de um furgão comercial; passando pelo chassis-cabina e ainda o modelo Tourer, nas diversas versões e configurações.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com