Suzuki S-Cross na proximidade ao cliente

by on 25 Janeiro, 2018 in Ensaios / Assessment

Suzuki S-Cross na proximidade ao cliente

Assessment Suzuki S-Cross por Pedro Rodrigues, responsável de unidade na Robbialac Portugal.

“Gostei muito de o carro abrir sem precisar de carregar no comando. É só chegarmos perto do carro (com a chave no bolso, por exemplo) e carregar no puxador que abre sozinho. Costumo andar com montes de coisas nos bolsos e às vezes achar a chave do carro é uma chatice. Sei que ando com ela, encontrar é que é difícil! Melhor ainda é que só abre do lado do condutor, ou do passageiro, conforme for o lado que tocamos no puxador. Às vezes só temos que ir buscar uma coisa no carro e assim abre só a porta que queremos. A ignição funciona também sem chave.

Troquei de carro há um ano e optei por um modelo tipo monovolume. Por fora o carro é bem grande, tanto é que não consigo mais estacionar na minha garagem, mas por dentro não é assim tão grande. Este S-Cross até tem mais espaço do que estava à espera. É importante o espaço atrás, principalmente para levar os miúdos. Como sou da área das tintas e vernizes, tenho que avaliar a cor: fica-lhe bem esta cor clara, se fosse escuro o carro iria ficar “apagado”. A grelha à frente é diferenciadora, ficou bem conseguida.

Prestações

O motor funciona bem em baixas rotações, o painel de instrumentos dá-nos a indicação da mudança a engatar. Ainda não tinha usado o sistema start/stop. Dá jeito porque em Lisboa perde-se muito tempo nos semáforos e se o carro puder poupar gasolina nesses sítios, sempre se vai gastar menos no final do mês.

Gostei muito deste motor a gasolina. Estou mais habituado a carros a gasóleo que têm força, mas este motor reage bem e até tem força. Não faço muitos quilómetros por dia, porque moro e trabalho em Lisboa. Ao fim-de-semana é que faço mais quilómetros, mas não chego aos 20.000km por ano, por isso já estou a pensar seriamente em passar para um carro a gasolina.

O carro desenvolve bem, os 110cv são mais do que suficientes. Sinto o carro leve, e em autoestrada conduz-se bem, dá para se fazer uns bons quilómetros. Testei com o ar-condicionado ligado e, mesmo a subir, o motor continua com força. Quanto aos consumos não ligo assim muito. Sei o quanto gasto, e sei que estes 5,9litros/100km da média do teste que estamos a fazer, é muito semelhante ao carro que tenho.

Tecnologias

O volante tem os comandos do rádio, Bluetooth e cruise control, que é uma coisa que uso muito. Sempre que vou em viagem ponho o cruise control e fico descansado. Vi que tem um espaço para o radar na grelha do carro, por isso deve ter uma versão com cruise control adaptativo.

Tem uma boa bagageira e rebate os bancos facilmente. Na bagageira tem também uma tomada de 12volts. Os arrumos estão por todo o lado e tem luzes para os passageiros atrás. Traz camara traseira com boa resolução. Isso é uma grande vantagem para estacionar nos espaços apertados de Lisboa até porque tem uma boa brecagem.

Os bancos aquecidos, o ar condicionado automático e o sistema de navegação por toque são coisas que não estava à espera num Suzuki. O tablier é em plástico mas isso não me causa confusão, é normal para um carro deste segmento. Este até tem alguns detalhes a imitar alumínio.

Proximidade

Resumindo, é um carro prático, o preço me parece muito ajustado tendo em conta todo o equipamento de origem, tem espaço suficiente e o motor desenvolve bem. Já conhecia a Suzuki mas era dos modelos tipo Jipe como era o Jimmy e o Vitara, este tipo de carros não sabia que tinham. Se a tecnologia deste carro é japonesa, é sinal que vai durar, por isso quem escolher este S-Cross vai bem servido.

Se agora a Suzuki tem um concessionário em Lisboa é uma vantagem. O acompanhamento dos clientes é importante, na Robbialac fazemos a diferença por isso mesmo. Temos várias lojas pelo país, onde os clientes podem se aconselhar connosco, e estamos também disponíveis para todo o acompanhamento no pós-venda.

Principalmente na área automóvel, onde vendemos o sistema de repintura da Standox, a proximidade é tudo. Trabalhamos com concessionários de referência e com oficinas independentes, e mesmo com muito planeamento por parte dos nossos clientes, eles quando nos ligam a encomendar produtos é porque o serviço já está à espera. Essa proximidade e rapidez nos serviços é o que nos dá gosto.

Penso que este modelo Suzuki S-Cross deveria ser dado mais a conhecer, porque só depois de entrarmos e experimentarmos é que constatamos as suas vantagens. Talvez se os concessionários ficassem um maior período abertos, fossem em maior número, se convidassem alguns utilizadores/gestores de frota para um teste-drive, cedem-se uma viatura para as empresas utilizarem; enfim explorassem todo o marketing e publicidade que podem fazer com esta viatura, de certeza fariam mais vendas e deixariam mais consumidores satisfeitos e conhecedores”.

Print article

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com