Suzuki Swift Sport – um refresco para as frotas

by on 18 Junho, 2018 in Frotas

Suzuki Swift Sport – um refresco para as frotas

A Automotive esteve no lançamento do novo Suzuki Swift Sport em Madrid, o modelo mais potente do Swift e que poderá despertar o interesse para as frotas.

O Suzuki Swift já tem dado passos significativos para uma maior aceitação nas frotas, tendo tido um bom feedback por parte dos seus utilizadores como noticiámos na nossa edição nº50 em agosto do ano passado. Agora, o Swift apresenta-se com mais equipamento e motorização, na sua versão Sport.

O amarelo-limão é a cor de lançamento deste modelo, mas o Swift Sport é tudo menos ácido. Aliás, “espremendo-o” em pista o resultado é mais parecido com uma limonada num dia de verão: refrescante! Isso porque os 140cv debitados pelo motor 1.4 Boosterjet da Suzuki, proporcionam uma condução mais vivaz, tanto em ambiente citadino como fora dele. O motor tem força mesmo às baixas rotações, graças a um binário de 230NM (mais 70 NM do que na geração anterior), tendo em conta que é um motor de baixa cilindrada.

Aliado à potência do motor, o baixo peso do Swift Sport ajuda na sensação de conduzir um carro leve – pesa cerca de 975kg, ou seja, menos 80 kg do que a geração anterior. Para esta “dieta” de 80kg contribuiu o desenvolvimento feito na carroçaria do Swift, baseado na nova plataforma Heartect, construída para diminuir o peso e aumentar a rigidez do chassis.

Em termos estéticos, destaque para pormenores como a grelha frontal em formato hexagonal; os apontamentos estilo fibra de carbono na grelha dianteira, spoiler inferior, saias laterais e spoiler traseiro; jantes de 17 polegadas de baixo perfil; e as ponteiras cromadas do duplo escape. Face à versão “normal” do Swift, o Swift Sport tem uma altura ao solo menor e uma maior largura (4cm), para permitir performances mais ajustadas a um carro com caráter desportivo.

 

Interior

O novo Swift Sport possui um ambiente de condução interativo e desportivo, que vai desde os apontamentos em vermelho no seu interior a um painel de instrumentos orientado para o condutor. Os principais mostradores com cores contrastantes e um novo medidor da pressão e da temperatura do óleo elevam a experiência de condução.

Texturas e materiais de qualidade são utilizados em todo o interior, inclusive nos bancos dianteiros desportivos do Swift Sport que permitem que, tanto o condutor como o passageiro, partilhem a sensação de condução desportiva.

Exemplos disso são o volante com pele perfurada e acabamento acetinado, bem como os apontamentos na cor preto piano e vermelho ao longo do tablier. O espaço interior está dentro do expectável para um carro compacto, sendo que o Swift Sport está homologado para transportar 5 pessoas, sendo que a anterior geração estava homologada apenas para 4 pessoas.

Em condução

Além dos avanços técnicos e estéticos, é na estrada que Swift Sport se revela. É um pequeno desportivo muito agradável de conduzir.

E é desportivo apenas quando o condutor quiser, pois se optarmos por uma condução suave o Swift Sport mostra-se um citadino confortável de conduzir, não se mostrando “duro” nas passagens de caixa ou “seco” nas acelerações.

Se optarmos por uma condução mais desportiva, o Swift Sport demonstra estar à altura das expectativas. Ao “puxarmos” pelas rotações, o motor faz-se sentir não só na rápida resposta ao acelerador, mas também em termos de ruído, onde exibe todo o seu vigor. A caixa de velocidades manual proporciona passagens precisas e mudanças rápidas, sendo que o curso curto da embraiagem aumenta a rapidez de execução da tarefa de engrenar as mudanças.

O Swift Sport aborda sem reticências qualquer tipo de curvas, demonstrando que é nesse ambiente onde se sente mesmo à-vontade. Quanto aos consumos, estes apontavam para os 6,4lt/100km, medidos durante o teste que realizámos nas estradas nos arredores de Madrid.

Equipamentos e segurança

Outro aspeto de relevo no novo Swift Sport é que vem de série repleto de equipamento. Exemplos disso são a conectividade Bluetooth (compatível com Smartphone e Mirror-Link), sistema áudio com ecrã tátil de 7 polegadas e sistema de navegação com mapa 3D. No campo da segurança, destaque para os sistemas de série: Dual Sensor Brake Support (DSBS); alerta de mudança de faixa de rodagem; controlo de velocidade adaptativo; assistência de luzes de largo alcance e função alerta anti fadiga.

Todo este equipamento de série está incluído no PVP estimado de 22.370 euros para Portugal, sendo que durante o mês de lançamento (junho de 2018) os clientes poderão beneficiar de um preço a rondar os 20.178 euros. No mercado nacional o Swift Sport é comercializado com 3 anos de garantia, estando a marca a trabalhar para aumentar para os 5 anos.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com