TGM eTruck – conduzimos o camião elétrico da MAN

by on 8 Agosto, 2018 in Pesados

TGM eTruck – conduzimos o camião elétrico da MAN

Com a recente apresentação em Berlim, o eTruck da MAN deixou de ser um concept e está agora na fase de testes em ambiente real.

O camião elétrico de 26 toneladas da MAN é uma realidade. Denominado eTGM, é baseado no modelo TGM no que diz respeito à estrutura do chassis e cabine. O conjunto propulsor é 100% elétrico, alimentado por um conjunto de 12 baterias de Lítio-ion com uma capacidade máxima de acumulação de 185kW.

Eduardo Gaspar, diretor da Automotive, esteve ao volante do eTGM e conta a sua experiência:

“Para começar este é o primeiro camião elétrico que conduzo, por isso não tenho um termo de comparação. Assim sendo, irei compará-lo com o seu homólogo de motorização a diesel. A adaptação inicial ao veículo é fácil, pois tem a mesma cabine, tablier e tipologia de funcionamento dos comandos do que o TGM.

Nos primeiros metros de condução, e com o camião a indicar 25,8 toneladas de peso bruto, o que mais impressiona é o binário do eTGM. O motor elétrico está montado no centro do chassis e debita 360CV, com um binário de 3100 Nm. O binário impressiona porque, em comparação, um motor de um MAN a diesel com 360CV proporciona cerca de 1900Nm de binário.

Ao contrário da versão a diesel, o eTGM tem o binário todo disponível, sem precisar de elevar rotações. Isso significou que o arranque fosse surpreendentemente rápido, para um camião de 26 toneladas.

O motor elétrico não faz praticamente ruído nenhum, sendo que o único barulho que o motorista ouve é do compressor do ar condicionado da cabine, e das diversas ventoinhas que estavam a arrefecer as baterias. Durante o teste que realizei, as temperaturas em Berlim rondavam os 35ºC e daí a necessidade das baterias serem arrefecidas.

Quanto à condução em si, o propulsor elétrico faz com que a condução seja suave e a velocidade seja progressiva. O trajeto realizado foi curto, mas deu para perceber que a estabilidade em curva era boa, com uma distribuição de peso equilibrada. A autonomia anunciada pela MAN para este eTGM é de 180km, e como no painel de instrumentos o camião apenas indica a percentagem de carregamento das baterias, e não a autonomia restante, não foi possível confirmar a autonomia real desde eTGM.

De qualquer das formas, a autonomia real irá sempre depender do estilo de condução do motorista, do peso do camião, tipologia da estrada, entre muitos outros fatores. O eTGM regenera energia na travagem e também no acionamento do “travão-motor”, características que podem contribuir para o aumento da autonomia do camião.

É importante ressaltar que este eTGM vai, a partir de agora, ser colocado à prova em transportadoras alemãs para recolha de dados e eventuais evoluções. Apesar de não ter sido divulgado oficialmente o início da produção deste modelo, todas as previsões apontam para que seja já em 2019.

No âmbito dos camiões elétricos, muitas marcas têm anunciado os seus modelos, mas na prática não passam de projetos, que nem sabemos se irão alguma vez serem sequer testados. Com o eTGM a MAN entra no restrito grupo de três marcas que já tem camiões elétricos em teste, bem como entra para a história da Automotive por ser o primeiro camião elétrico testado pela Revista”, conclui Eduardo Gaspar.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com