Bosch – software e eletrónica são a chave do futuro

by on 21 Setembro, 2020 in Pós-Venda

Bosch – software e eletrónica são a chave do futuro

Com investimentos anuais de 3 milhões de euros em desenvolvimento de software automóvel, a Bosch Car Multimedia, localizada em Braga, faz parte de uma nova divisão que já integra mais de 400 engenheiros nos seus diversos centros de I&D.

Com o objetivo de ampliar a sua posição de vanguarda neste mercado, a Bosch criou uma divisão, denominada Cross-Domain Computing Solutions. Assim, a partir de 2021, tanto os clientes que já fazem parte da carteira da Bosch, bem como os novos, passarão a ter acesso aos sistemas eletrónicos e o software necessário desta nova divisão, que reunirá uma equipa com aproximadamente 17 mil profissionais.

Os automóveis estão a se transformar, principalmente como resultado de uma maior utilização de software e eletrónica. Enquanto um automóvel com dez anos de uso incluiu cerca de 10 milhões de linhas de código de software, os veículos autónomos incluirão entre 300 e 500 milhões de linhas de código. Para contextualizar estes números, um milhão de linhas de código de software são equivalentes a quase 18 mil páginas impressas.

Transformação

“Atualmente, um automóvel dispõe de cerca de 100 milhões de linhas de código de software. Para além da nossa vasta ex periência em eletrónica e software, continuaremos a investir em I&D, mantendo a nossa posição de vanguarda nesta área e na mobilidade do setor”, destacou Stefan Hartung, membro do conselho de administração da Robert Bosch GmbH e presidente do setor de negócios da Mobility Solutions.

“A mudança para uma eletrónica cada vez mais sofisticada e a utilização intensiva de software nos automóveis, estão a tornar-se cada vez mais rápidas. O resultado é um aumento considerável na complexidade da engenharia automóvel. Nesta nossa nova divisão, o objetivo será reduzir essa complexidade através de soluções eletrónicas e de software integradas.

Adicionalmente, queremos dinamizar novas funções para a circulação dos veículos em estrada, sempre de forma rápida e segura. Para tanto, a Bosch incorporou nesta nova unidade engenheiros de software, elétricos e eletrónicos das áreas de assistência ao condutor, condução autónoma, multimédia veicular, transmissão e eletrónica da carroçaria. Somos pioneiros em eletrónica automóvel e, no futuro, esta nossa nova divisão estará focada em avançar ainda mais na digitalização dos veículos”, ressaltou Stefan Hartung.

Bosch ESI [tronic] livre acesso à Mercedes-Benz

Por falar em software auto, a Bosch recorda que a partir de setembro de 2020, no espaço europeu, todos os novos modelos de veículos deverão estar equipados com acesso seguro aos sistemas de diagnósticos, de acordo com o Regulamento da UE 2018/858.

Segundo a Bosch, “este regulamento visa proteger os componentes eletrónicos do veículo contra manipulação e acesso não autorizado. Após a FCA (Fiat Chrysler Automobiles), a marca Mercedes-Benz AG, entre outros construtores, passou a introduzir estas medidas de segurança, baseadas num conceito de dois estágios.

Numa primeira fase, graça à informação 2020 / 1.02, as oficinas multimarcas e independentes, que usam o software Bosch ESI [tronic], receberão a atualização necessária para executar tarefas abrangentes de diagnóstico, serviço e reparações sem restrição, mesmo em veículos da marca Mercedes-Benz.

As atualizações regulares do software Bosch ESI [tronic] permitirão que as oficinas continuem a trabalhar sem restrições nos veículos Mercedes-Benz, mesmo protegidos por Seed & Key. Não serão necessários dados de acesso especiais, nem é necessário o registo através do portal do fabricante do veículo.

Para desbloquear, a oficina precisa apenas de uma conexão à Internet e de equipamentos de diagnóstico Bosch da geração mais atual, como o KTS 560, 590 ou 350. A partir de meados de 2020, o KTS 250 também suportará este recurso”, informou a Bosch.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com