Coperol – peças para camiões com grande procura

by on 15 Outubro, 2021 in Pesados, Pós-Venda

Coperol – peças para camiões com grande procura

Coperol – peças para camiões com grande procura. “O setor de peças de reposição para camiões, semirreboques e autocarros, vive um momento de grande procura”. Quem o diz é Ana Luisa da Costa, diretora geral da empresa Coperol. Em conversa com a Revista Automotive salientou que “apesar das oscilações da economia, a nossa empresa está a fazer um bom caminho em 2021, pelo que deveremos registar um bom resultado no final deste ano.

A pandemia trouxe novas oportunidades para a atividade da comercialização de peças em geral, com especial incidência nas empresas que atuam no mercado de reposição de peças para veículos pesados de mercadorias, como é caso da Coperol. Felizmente o setor de transportes rodoviário esteve sempre ativo, o que gerou um maior consumo de peças.

Para além de procurarmos dispor de um stock bem composto e com muitas referências, melhorámos muito a área da logística e também investimos na melhoria dos processos internos de gestão e na nossa equipa como um todo. O fator humano teve um papel essencial no atual contexto em que vivemos e, na Coperol, foi uma das áreas prioritárias na nossa gestão.

Coperol

Abrangência

A nossa rede comercial está melhor organizada, com maior foco no atendimento ao cliente final, uma das bases que nos diferencia no mercado nacional. Tomámos decisões que nem sempre surtem efeitos de imediato, mas que a médio prazo, revelam-se acertadas. Não podemos estar focados apenas na faturação ou no aumento do volume de negócios, mas primeiramente na atenção ao cliente e na qualidade dos nossos recursos humanos.

Continuamos a ser uma empresa de proximidade e, mesmo em relação ao ano de 2019, estamos claramente a crescer. Para tal, a nossa estratégia comercial evoluiu, onde valorizamos cada vez mais os nossos funcionários. Empregamos cerca de 80 pessoas, dispersas pelas nossas 8 lojas e 3 oficinas próprias. Creio que a soma de todas estas evoluções internas, aliadas a uma maior procura de peças, estão a contribuir para os nossos bons resultados.

Ainda temos muito que melhorar, sem dúvida, mas não desanimamos por causa da pandemia, muito pelo contrário, estamos ainda mais dinâmicos. Por exemplo, no ano passado implementámos uma parceria com a truckline URVI (Unión de Recambistas del Vehículo Industrial) ampliando assim a nossa gama, sobretudo nas peças de desgaste rápido. Estamos, por tudo isto, bem lançados para chegarmos aos nossos 35 anos em 2022, bem estruturados e motivados”, destacou.

Ana Costa

Print article