Opel Vívaro-e pioneiro nos comerciais elétricos

by on 16 Junho, 2022 in Ensaios / Assessment, Frotas

Opel Vívaro-e pioneiro nos comerciais elétricos

Considerado o primeiro veículo comercial elétrico lançado por um fabricante alemão, o Opel Vívaro-e já leva alguma rodagem no mercado nacional, sendo comercializado com as devidas vantagens a nível fiscal e com duas opções de baterias, ou seja, 50 kWh e 75 kWh, para autonomias até 230 e 330 km (em ciclo WLTP1), respetivamente, e motor elétrico de 100 kW (136 cv) de potência.

No teste efetuado pela Revista Automotive, identificámos logo à partida um problema com o recarregamento de uma viatura elétrica que, no nosso caso, esteve relacionado com a dificuldade de leitura do cartão abastecimento da marca. Posteriormente, encontramos alguns carregadores avariados no percurso que efetuámos entre Oeiras e Lisboa, o que tornou o teste mais desafiante em termos de autonomia.

Versátil

Apesar deste contratempo inicial, o Vívaro-e não nos deixou apeados e demonstrou que a sua capacidade de carga elétrica, mesmo que baixa, era suficiente para realizarmos o nosso trabalho. Efetuámos um percurso misto, urbano e autoestrada, com toda segurança, agilidade e, naturalmente, sem emissões de carbono, dentro daquilo que se espera alcançar numa viatura equipada com um motor 100% elétrico. Demonstrou as suas qualidades dinâmicas e que o pioneirismo da Opel neste modelo não é só fachada.

Dispondo de uma gama bastante completa, o modelo conta com quatro variantes de carroçaria – Cargo, Cabina Dupla, Plataforma e Combi – e dois níveis de equipamento na variante Cargo – Essentia e Enjoy. No total, a gama deste furgão elétrico da Opel é composta de um total de 28 versões diferentes, o que torna o Vívaro- -e numa viatura comercial elétrica de elevado potencial para as empresas e frotistas em geral, sobretudo para a realização de entregas urbanas, dos mais diferentes tipos de mercadorias.

Incentivos

Em termos de dimensões, a gama apresenta 3 tipos de comprimentos de carroçaria. Por se tratar de um veículo elétrico, o Vívaro-e apresenta custos de utilização baixos, baseados na isenção de Imposto Sobre Veículos (ISV) e Imposto Único de Circulação (IUC), para além de acesso a incentivos disponibilizados pelo Estado e pelas autarquias. Adicionalmente, as frotas contam com outros benefícios decorrentes da tipologia da sua atividade, em sede de Tributação Autónoma, IRC e dedução de IVA.

De fácil condução e manobra, a grande maioria das versões do Vívaro-e tem carroçaria com altura inferior a 1,9 metros, o que permite o seu acesso aos parques de estacionamento subterrâneos, ideal para o acesso à zona de carga de centros comerciais localizados nas zonas urbanas.

Sua capacidade de carga útil pode ser comparada à dos comerciais ligeiros, equipados com motores de combustão interna, pois apresenta uma capacidade de carga até 1.275 kg. No geral, e apesar do nosso desafio inicial no carregamento das baterias, este modelo Vívaro-e está dentro das qualidades gerais dos demais furgões do grupo Stellantis, construídos com base na plataforma EMP2.

Print article