STEF – centenário da empresa marcado pela redução de emissões

by on 28 Agosto, 2020 in Pesados

STEF – centenário da empresa marcado pela redução de emissões

A completar 100 anos de atividades em 2020, a STEF é hoje um operador logístico que se dedica exclusivamente à logística e transporte de produtos alimentares, sob temperatura controlada. É uma empresa de origem francesa, que fatura mais de 3 mil milhões de euros na Europa, com cerca de 20.000 colaboradores.

Em Portugal a STEF está presente desde 1995, conta com mais de 600 colaboradores e 10 plataformas a nível nacional.

Este ano de 2020, a empresa regista mais dois grandes acontecimentos: o investimento de 12 milhões de euros numa nova plataforma em Alenquer (que deverá abrir em janeiro de 2021), e a introdução da solução link trailer, numa parceria com a Assivepe.

A Revista Automotive esteve presente na entrega do novo link trailer à STEF, ocasião em que conversou com Sérgio Batalha, diretor de projetos operacionais da STEF Portugal (na foto acima, à esquerda, com a sua equipa), e com José Botelho, diretor comercial da Assivepe, sobre esta iniciativa.

Novidade

José Botelho, durante a formação in loco à STEF, contou-nos que “esta entrega de 4 link trailers da marca SOR, tem três particularidades: é o primeiro link trailer com roda simples e com eixo autodireccional; segundo, é um equipamento de piso duplo, a exemplo dos outros semirreboques da STEF; terceiro, o link trailer tem capacidade para 19 europaletes, enquanto outros modelos existentes no mercado, comportam apenas 18 europaletes.

Trata-se de um equipamento bastante versátil. Pelas suas características, o link trailer pode ser utilizado de forma isolada, ou pode atrelar mais um semirreboque. Se for utilizado isoladamente, mede 7,80 metros, e tem a capacidade de fazer a distribuição urbana. O seu equipamento de frio cumpre com as normas PIEK, dispondo assim do modo citadino de redução de ruído.

Para atrelar mais um semirreboque (de 13,60 metros) ao link trailer, a estrutura dos seus eixos traseiros é deslizada para fora da caixa frigorífica, funcionando como uma dolly. Tem a quinta roda para atrelar o outro semirreboque e um eixo direcional, para melhorar a manobrabilidade de todo o conjunto. Nesta versão (incluindo o veículo trator), totaliza um comprimento máximo de 25,25 metros e um peso bruto de 60 toneladas”, destacou José Botelho.

Investimentos da STEF

Por sua vez, Sérgio Batalha, referiu na ação que “a STEF em Portugal tem vindo a investir na compra de semirreboques com piso duplo, onde temos mais de 50% da nossa frota de semirreboques já equipada com essa característica, numa lógica de otimização do nosso custo por tonelada.

Seria cómodo mantermos as operações como sempre fizemos, mas na STEF procuramos sempre as melhores soluções para os nossos clientes. Para isso, analisamos constantemente as melhores soluções existentes no mercado.  Desde que a legislação em Portugal foi alterada para possibilitar a utilização destes veículos modulares – como é o caso do link trailer – temos vindo a realizar análises extensivas das várias soluções no mercado.

Neste sentido, o que fizemos foi identificar de todos os percursos e de todas as operações que a STEF tem em Portugal, qual o tipo de equipamento que seria mais eficiente e rentável. Trabalhamos em todo o processo de homologação de percursos e, a partir daí, é que apresentamos a solução aos clientes, num trabalho conjunto com a Assivepe. Os clientes aceitaram muito bem a solução, na medida em que a mesma irá reduzir os custos da operação, trazendo benefício para todos.

Estes equipamentos estão destinados a operações altamente standardizadas e industrializadas, com rotas (nesta fase) apenas nacionais. Dentro do grupo STEF, Portugal vai ser pioneiro na utilização deste equipamento link trailer. É assim uma solução que está a ser observada com grande atenção a nível europeu.

A rota a utilizar necessita de algumas especificações, mas em termos de infraestrutura dos clientes, é relativamente simples, porque os semirreboques têm as operações de carga e descarga iguais aos “tradicionais”. O único obstáculo até ao momento tem sido a homologação do equipamento pelo IMT, que infelizmente é das instituições do Estado que pior funciona em Portugal.

Redução de emissões

Estamos em linha com o Livro Branco Europeu dos Transportes, que tem metas bastante ambiciosas naquilo que é a redução das emissões de gases associadas ao transporte. Estas soluções modulares deverão tornar-se mais comuns, pela sua eficiência energética e sustentabilidade ambiental.

Com este conjunto conseguimos transportar 104 paletes num único transporte. São 66 paletes no semirreboque de 13,5mt e 38 paletes no link trailer. Com isto, conseguimos transportar em dois camiões, o que transportávamos em três. Ou seja, retiramos da estrada um camião a cada dois conjuntos links trailers que utilizamos nas nossas operações.

Estimamos uma redução do custo do transporte na ordem dos dois dígitos e uma significativa redução de emissões de CO2 e nos consumos, em cerca de 24%. Este investimento da STEF é mais uma demonstração do seu comprometimento com os clientes, com a nossa sociedade e também com o meio ambiente”, conclui Sérgio Batalha.

Print article

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com